9 coisas que se aprende Vivendo em Buenos Aires

Brasileiros estão por toda parte, não é mesmo? Vivendo em Israel, na África, na Ásia, Europa e sobretudo nos Estados Unidos. Saiba que a experiência de viver em outro país é muito interessante e muito diferente de visitar outro país! As necessidades do turista e do morador não são as mesmas. Por exemplo, o morador não faz tanta questão de sair desesperado em busca de visitar as atrações turísticas de Buenos Aires. Ao invés disso, conhece os lugares pouco a pouco. Quem mora começa a aprender os códigos e a partir daí ganha uma nova dimensão pra sua experiência de viver em outro país. A partir de agora, vou descrever 9 coisas que aprendi vivendo em Buenos Aires.

  1. Não troque reais em casas de câmbio e muito menos em bancos. Não use o seu cartão de crédito ou débito para sacar pesos, isso é, na prática ser roubado pelo governo brasileiro e argentino. Sacando em caixas eletrônicos aqui de BA obtive uma cotação 2,91 pessoas para cada real. Em cambistas, a cotação para o dia de hoje (28/06) girava em torno de 4,40.
  2. Se você está de carro, não estacione nas ruas do micro centro jamais. A GRUA vai levar seu carro, custe o que custar. Quem assistiu relatos selvagens (2015) sabe do que eu estou falando.
  3. Se embriague no vinho. Um vinho habitual custa em torno de 25 pesos, o que vale aproximadamente 6 reais. Mais barato do que uma Brahma. No Brasil, custa 40 reais o mesmo vinho vendido aqui. Turistas de viagem rápida geralmente não tem tanto tempo pra apreciar diversos vinhos, mas os brazucas que moram aqui não devem deixar de tomar o seu vinho habitual. O coração e a cabeça agradecem.
  4. Perca-se pelas ruas. Andar por Buenos Aires pode ser bem agradável. Aqui existem calçadas diferentemente do Brasil em que ninguém sabe o que é calçada. Em geral as calçadas são todas acessíveis em BA e não tem grandes desníveis ou buracos. Um dia ensolarado merece uma boa caminhada pelos bairros de Puerto Madero, Recoleta e Palermo.
  5. Conheça os arredores. Tigre, La Plata, Parque Pereira, Lujan, Pilar. Há muito que ver além do que se vê habitualmente como turista de última hora.
  6. Frequente lugares inusitados. Quando foi que algum turista brazuca aqui em Buenos Aires visitou a villa 31 ou alguma outra favela ou entrou no Jockey Club ou comeu um churrasco argentino na Costanera com direita a Cumbia ou foi até o Mercado de Tapiales?  Muitos poucos, certo. Estar nesses lugares dá um ar mais autêntico às situações e nos dá outra perspectiva à respeito das pessoas, das circunstâncias e da cultura argentina!
  7. Respeite a cultura local. Não precisa falar muito, certo? Você está em outro país, com outros costumes, outros códigos. Então antes de criticar ou até mesmo desrespeitar algo, tente aprender os códigos. O que pros brasileiros é comum e certo, aqui é visto como desrespeito e vice-versa.
  8. Aprenda a falar espanhol. Pros argentinos que nunca tiveram contato com português, o nosso idioma é como se fosse russo. Não tente forçar a barra falando português, entrando em uma loja ou pedindo informações como se estivesse no Brasil. Saber falar o mínimo já é sinal de que você respeita o lugar em que pisa. Ninguém aqui na Argentina é obrigado a entender português.
  9. Carpe Noctem! Buenos Aires é uma cidade noturna, bem noturna. Jantar ou ir para a balada depois das 3 da manhã é normal. Temos que se adaptar a essa realidade ou ao menos tentar hehe. Por tudo isso, viva a possibilidade de morar em outro país, outra cidade e aprender coisas que jamais aprenderia morando onde nasceu. Agradeça todo dia por viver uma outra realidade, uma outra dimensão do viver. Se é melhor ou pior depende de quem vê. Salud y Pesetas!

Lucas Ramalho

Anúncios

Uma resposta para “9 coisas que se aprende Vivendo em Buenos Aires”

  1. Adorei Lucas. Muito legal mesmo. Ja visitei Bs As por varias vezes, e morei por 2 meses. Amooo. Exatamente como voce andava a pé, conheci lugares impensaveis a qualquer turista que normalmente se prende aos pontos turisticos. Restaurantes aconchegantes, parques maravilhosos, confeitarias não tão famosas mas igualmente lindas… Aprendi e conheci muito. E concordo com voce mais ainda quando se refere ao respeito: imprescindivel para uma boa convivencia e aprendizado. Ao contrario de algumas pessoas que reclamam dos argentinos, não tive o menor problema com eles. Sempre fui muito bem atendida em todos os lugares que fui e vou. Parabéns pelo texto.

    Curtido por 1 pessoa

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s