Degustando Portugal

O Mundo em Fotopoesia: Portugal

Portugal é uma terra de sabores. Viajar por seus rincões é antes de tudo uma experiência degustativa. Cheguei por lá a pé vindo de Santiago de Compostela. Ora pois, além de fazer o caminho francês de Santiago, fiz o caminho lusitano invertido, de Compostela até valença do Minho na fronteira com a Espanha. Ali a primeira descoberta: as piadas que contamos no Brasil sobre os portugueses tem uma base verídica, alguns deles realmente tem uma lógica ilógica. Contei a um gajo que era brasileiro e que tinha chegado a pé a Portugal e ele logo me perguntou se eu tinha vindo a pé do Brasil! Mais adiante um senhor bem velhinho junto com sua mulher insistiu veementemente em me levar até o Porto e eu acabei cedendo à carona, terminando assim a caminhada. Me deixaram na entrada da cidade e eu fui andando até o centro sendo parado diversas vezes. Me pagaram cervejas, me ofereceram drogas, tiraram fotos comigo e um deles, me vendo com os bastões de caminhada e com a mochila enorme nas costas, perguntou se eu era esquiador. Só me faltava a prancha. Porto é uma cidade graciosa e logo consegui um couch para ficar, na casa do Filipe, professor da universidade local. De férias do trabalho, mas com o salário cortado pela crise, resolveu abrir as portas de sua casa para os viajantes. Anfitirão muito bom que me levou para todos os lados da cidade e do país. Um vinho do porto aqui, uma bacolhoada ali, um evento acolá. Diga-se de pasagem, para quem pensa que só existe um meio de preparar bacalhau, em Portugal existem mil e uma maneiras e até no café da manhã é possível comê-lo. O mais exótico eram as punhetas de bacalhau, que apesar do nome engraçado na verdade é o bacalhau demolhado em tiras consumido cru com azeite e vinagre. Muito bom e com um vinho branco fica ainda melhor. Vinho bom e barato comparado ao Brasil. Falando em preços, Portugal é baratissíssima comparada a outros países da Europa e lá é possível ter bons almoços por um punhado de euros.
Após um tuor de uma semana pelos arredores do Porto, passamos por Fátima, centro religioso do país, famoso pela aparição de Nossa Senhora a três crianças camponesas revelando três profecias em 1917. Fui ainda com Filipe a um festival alternativo chamado Músicas do Mundo com bandas afro-europeias de três dias. Acampamos por lá com alguns outros amigos e curtimos o agito do lugar. Depois, Hugo, um dos amigos do meu anfitrião, estava indo para o Boom Festival e eu aproveitando a carona segui viagem com ele. É um festival bienal com uma semana de música eletrônica no interior do país, é a versão lusitana do Universo Paralelo que ocorre na Bahia. Com um calor de rachar a cuca, uma represa pra se refrescar, muitas atividades, ecologia, interação e gente do mundo todo, o ambiente é realmente uma explosão de energia. Terminei minha trip lusitana com uma curta visita a Lisboa onde me hospedei na casa de um outro português que conheci no festival. Por todo tempo que fiquei no país, não paguei nem condução nem hospedagem e agradeço altamente a todos que fizeram parte desta parte da minha viagem. Ssgui então de barco para o Marrocos. Fica bem!

Mister Luram Toccacelli

Vai um licorzinho de merda?
Vai um licorzinho de merda?
Liberte-se!
Liberte-se!
Sempre ele!
Sempre ele!

e2012-07-25 11.44.38

Boom Festival
Boom Festival
Qual é o valor do dinheiro?
Qual é o valor do dinheiro?
Segurança da Zara
Segurança da Zara
Super Bock!
Super Bock!
Recepção no Porto!
Recepção no Porto!
Porto
Porto

Praia do Porto
Praia do Porto
Praia do Porto
Praia do Porto
A Famosa Punheta de Bacalhau
A Famosa Punheta de Bacalhau
Celebrando
Celebrando
Quem irá cruzar o rio do esquecimento?
Quem irá cruzar o rio do esquecimento?
Ponte de Lima, Portugal
Ponte de Lima, Portugal
Ponte de Lima
Ponte de Lima
Arroz de Sarrabulho
Arroz de Sarrabulho
Apresentação
Apresentação
Hugo e seu cãozinho
Hugo e seu cãozinho
Água é Vida
Água é Vida

Mergulho no Porto
Mergulho no Porto
Por do Sol
Por do Sol

??????????

Praia em Sines
Praia em Sines

Malabares
Malabares
O importante é que o cão esteja preso
O importante é que o cão esteja preso

Boom Festival
Boom Festival
Nave Boom
Nave Boom

Psicodelia
Psicodelia

??????????

Palco Principal. Main Stage.
Palco Principal. Main Stage.
Didgeridoo
Didgeridoo
Império do Amor
Império do Amor

Lisboa
Lisboa
Daqui foram para o Brasil
Daqui foram para o Brasil
Lisboa
Lisboa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Porto
Mergulho no Porto
Porto beleza
Porto beleza
Hugo em Sines
Hugo em Sines
Boom Festival
Boom Festival

 

A Ponte

Lugares não são apenas lugares.
Formas não são apenas formas.
Pessoas não são apenas pessoas.
 
Este mundo não é o que parece.
Por isso não se compreende.
Ensinaram errado no primeiro dia.
Na outra semana não se sabia.
E havia muita confusão na sala.
Atravessar a ponte é fácil, já está pronta, basta cruzá-la.
Construir a própria ponte que é essencial.
 
Pra isso temos que começar do final.
Conectar mundos separados.
Ideias vibrantes.
Pessoas e lugares distantes.
 
Cada pessoa é um lugar.
Cada lugar é um ser.
Quem será que sabe desaprender?
 
Como esquecer que 1 + 1 = 2?
Como esquecer que antes vem antes de depois?
Eu quero encontrar a fonte das fontes
De onde vem tanta água?
Onde está esta mina?
Para aonde vai a música
Quando o show termina?
 
Pra que tanta adrenalina no sangue?
Pra que tanto sangue derramado?
Quem disse que matar é pecado?
Quem é esta mulher que anda nua?
Por que tanta fumaça na rua?
Pra que tanto silêncio no céu?
Por que ele nunca mais voltou?
Quem disse que este mundo é mal?
Pra que tanta cruz na cidade?
Quem criou este sinal?
Talvez o sonho seja a realidade de quem nunca acordou
Quem disse que existe sorte?
Talvez a vida seja a própria morte
E morrer seja o esplendor
 
Eu esqueci tudo e agora nada sei
E isto é melhor do que imaginei
Agora eu tenho um novo mundo pra criar
Esta manhã eu fitava o horizonte
Quando de repente pensei
Talvez eu mesmo seja a ponte
Talvez a ponte seja o meu lugar.

Mister Luram Toccacelli

Anúncios